sábado, 1 de janeiro de 2011

Irreversível (2002)

Após um período sem atualizações no site voltaremos com nossas atividades nromalmente com mais atualizações frequentes.

Irreversível não é um filme popular, nem tem a intenção de ser. É um filme forte e que não hesita de mostrar nada ao espectador. E é uma produção que vai ficar na sua mente por um bom tempo e te emocionar. E essa é exatamente a intenção do diretor Gaspar Noé.



A trama de Irreversível é basicamente simples. Um homem busca vingança e mata o homem que estuprou e matou a sua mulher. Poderia ser uma história simplória, se não fosse por alguns aspectos. A história se desenrola de trás para frente. Logo no começo da produção, aparecem os créditos, com os nomes invertidos. Depois acompanhamos a vingança dos amigos Pierre e Marcus, respectivamente ex e atual namorado de Alex, mulher morta e estuprada. Podemos notar o total desequilíbrio e loucura de Marcus, que aparentemente é algo inexplicável para o espectador. Porém, a medida que sua história é desvendada entendemos completamente a sua reação. Ao final do filme, que termina de maneira graciosa e pacífica, lamentamos que o assassinato e estupro de Alex tenha interrompido uma história tão bonita que estaria por vir com seu namorado Marcus.



Gaspar Noé não poupa nada do espectador. O diretor não hesita em mostrar as agressões de Marcus ao estuprador e de mostrar 15 minutos de um estupro absolutamente cruel. Assim, o contraste com a felicidade vivida pelos protagonistas se torna ainda mais profundo, o que realça seu efeito. No começo do filme, quando ocorrem os momentos de maior tensão, a câmera, colocado na mão, se move radicalmente, sendo muitas vezes difícil até mesmo de enxergar o que está acontecendo. Quando o filme começa a acalmar, os planos de câmera se tornam mais sutis e cuidadosos. O mesmo acontece com a iluminação da cena. As atuações de Monica Belucci e Vincent Cassel são excelentes e trazem toda a veracidade que o filme merece.



Irreversível pode ser considerado um verdadeiro ensaio da natureza humana. Gaspar nos mostra todos os sentimentos que a vida pode oferecer e que são suscetíveis a acometer qualquer um de nós. Com isso, até mesmo a violência e crueldade presentes na trama cumprem seu papel dentro do filme. Realmente inesquecível e uma aula de cinema.

Confira o trailer:

3 comentários:

Hugo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hugo disse...

Muitos odiaram o filme, mas eu considero uma grande obra. Boas interpretações e um história cruel que não poupa ninguém, nem mesmo o espectador.

Anônimo disse...

NA VERDADE ACABAM MATANDO O CARRA ERRADO. O ESTUPRADOR, BANDIDO CONHECIDO COMO TÊNIA, USA DURANTE O ESTUPRO UMA BOMBINHA PARA ASMA E QUANDO PIERRE ESTÁ MATANDO (O CARRA ERRADO POR ENGANO) PODEMOS VER O TÊNIA EM EXTASE CURTINDO TUDO USANDO A BOMBINHA. A MOÇA NÃO MORRE MAS É HOSPITALIZADA E DURANTE O FILME, PIERRE TENTA CONVENCER MARCUA A IR AO HOSPITAL CUIDAR DELA E DEIXAR A VINGANÇA DE LADO.

Postar um comentário