sábado, 13 de fevereiro de 2010

Festival de Berlim




O Festival de cinema de Berlim ou Berlinale é um dos mais importantes do mundo ao lado dos festivais de Cannes e de Veneza. Democrático, o festival abre espaço para filmes do mundo inteiro e é realizado todos os anos em fevereiro desde 1950. Foi criado para enaltecer a qualidade dos filmes ocidentais durante a Guerra Fria e logo foi criada uma versão comunista da premiação. Por isso, o festival sempre adotou um forte viés político. O filme "O.K." de Michael Verhoeven fez com que o júri abandonasse a exibição pela forte crítica aos EUA durante a Guerra do Vietnã. Grandes personalidades já criticaram o governo Bush durante a festa. As grandes estrelas do cinema mundial também estão sempre presentes e os grandes filmes recebem um destaque diferenciado. Os filmes premiados recebem as estatuetas o Urso de Ouro para o melhor filme e curta-metragem e o Urso de Prata para o segundo melhor filme e para o melhor diretor, atriz, ator, roteiro, curta-metragem, contribuição artística e o prêmio especial do júri, uma espécie de segundo melhor filme. Há ainda o melhor filme de estréia e o prêmio Alfred Bauer, uma homenagem a um grande diretor, e uma série de prêmios menores.




No ano da edição de número 60, o festival será realizado de 11 a 21 de fevereiro, quando serão exibidos cerca de 400 filmes de 18 países nas seções Panorama, Fórum, Geração, Perspectiva e Curtas-metragens para convidados e celebridades. 20 filmes concorrerão ao Urso de Ouro e serão avaliados por um júri presidido por Werner Herzog. A cerimônia começará com o filme Apart Together, de Wang Quan’an O momento mais aguardado do festival talvez seja a exibição de Metropolis, filme do diretor Fritz Lang de 1927, que acabou sendo restaurado. A Ilha do Medo (que está fora da competição) de Martin Scorsese com Leonardo de Caprio e Mark Ruffalo e The Ghost Writer de Roman Polanski são algumas das produções mais esperadas pelo público. Também terão destaque as presenças de vários diretores já premiados no festival nos últimos anos. O Brasil, que já ganhou o troféu principal com Tropa de Elite de José Padilha e Central do Brasil de Walter Salles não terá representantes na mostra principal, mas terá a exibição de filmes menores. A seção Retrospectiva homenageará filmes como Acossado de Jean Luc Godard, A Noite de Michelangelo de Marco Antonioni e Magnólia de Paul Thomas Anderson.

                                             Júri do Festival de Berlim de 2010

E você o que acha do festival? Dê a sua opinião!

2 comentários:

deBorestt o BLOG disse...

bem legal a iniciativa =D

Ana Paula Moreto disse...

Nosssa, que legal esse festival! Nada como um bom festival para ganhar o urso de ouro! hehe! Muito legal!

Postar um comentário